25
jun
07

EXISTENCIA ANULADA

Fotografia:  MARCAS by Carla Salgueiro 
 
 
 
 
 
 
 
 
                                                
EXISTÊNCIA ANULADA
 
 
 
Não abrirei as pernas
Grandes lábios molhados
Sem sombra no telhado 
Ilhados
Mãos atadas, pau de arara.
Verdes olhos zipados
Boca dos beijos lacrada
Abrir sonhos nunca mais
Abortados desejos no cais
Dentadura trancada
Grade na liberdade
Sem guetos duetos
Corpo veste luto quente
Queima em aguardente
Herda dejetos,
A merda, a bosta
Leve ser
Resto, não presto!
Grave greve
Sutura na ruptura
Ditadura eminente, inconseqüente…
Na vida imposta
Parida,
Satura!
 
 
Maria Cintia Thome Teixeira Pinto
"Olhos de Folha Minha"
 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 

26 Responses to “EXISTENCIA ANULADA”


  1. 1 W.N
    25/06/2007 às 14:19

    Ola..Marília.estou sendo um intruso invadindo seu espaço…sou amigo fã da minha querida Cintya…
    Adorei seu Blog esta tão lindo,quanto sua fotografia…um abraço bem apertado querida…me visite vou adorar ver um Scrap seu em minha página…bjsssss

  2. 2 Ismael
    25/06/2007 às 14:57

    Querida Marilia
    De visita a tua página, quero deixar uma palavra de admiração a nossa querida amiga Cìntia por este inédito poema.
     
    Aglomerado de palavras
    profundamente amargas,
    que juntaste em poema
    sombrio…mas deslumbrante,
    para cantar profunda dor
    de um coração dilacerado!!!
     
    Beijos para Marilia e Cintia, distintas Senhoras e grandes amigas minhas,
    Do coração,
    Lito

  3. 3 Stephen Craig
    25/06/2007 às 15:54

    Dear Marilia,  This is another post of great beauty.  The photograph and the poem work hand in hand. 
    As ever be well.  With love,  Stephen Craig Rowe

  4. 4 Aninha Hessel
    25/06/2007 às 16:12

    Para Você… Tudo que desejo
    Para você desejo o SOL
    para aquecer seu corpo,
    para lhe transmitir mais energia,
    para fazer o seu dia ainda mais bonito.
     
    Para você desejo a CHUVA
    que você possa sentir cada gota lhe tocando
    regando as suas esperanças.
     
    Para você desejo a LUA
    para iluminar a sua noite,
    lhe trazer lembranças boas,
    beijar docemente os seus olhos.
     
    Para você desejo o MAR
    para banhar sua pele
    para que você ouvir seus ruídos
    e descansar sua mente.
    lhe fornecendo a calma necessária,
     
    Para você desejo a TERRA
    que os seus pés possam pisar nela
    e sentir o imenso prazer
    que ela pode lhe oferecer.
     
    Para você desejo as ESTRELAS
    para brilhar em sua vida
    e lhe mostrar toda beleza da noite
    colocando-lhe em êxtase total.
     
    Para você desejo todas as 
    OBRAS DE DEUS
    para que jamais tenha motivos de tristeza,
    para que sua alma sempre esteja em paz.
     
    Desejo a você tudo o que tem de bom nesta vida,
    e que ao sentir-se triste,
    possa lembrar de tudo isso,
    e então, poder sorrir de felicidade…
    (Autoria: Vilma Galvão)

  5. 5 Benny
    25/06/2007 às 17:25

     

    Assim me vi
    Quando prenderam meu pai:
    "Mãos atadas, pau de arara.
    Verdes olhos zipados
    Boca dos beijos lacrada…"
     
    Ah! Comentar alguém que a gente gosta é difícil…
    Mas, não é difícil comentar, quando a gente ama…
    Amo Cyntia, de paixão.
    O poema de Cyntia, fala da dura época da ditadura.
    Oxalá que não volte mais…
    Benny.
     

  6. 6 Cintia Thome
    25/06/2007 às 17:52

     
     
    Marilia Graciosa
     
    Bom…díficil dizer algo, não é?
    Mas vou começar e talvez não termine rs
    Só posso te agradecer por este vermelho imenso, infinito igual
    do teu spaces que voce carrega em teu coração.
    Essa maneira incondicional de querer bem
    a todos nós.. e aos poetinhas,rs
    Agradeço e ardem os olhos ao ler os comentários postados, de Lito, nosso
    portugues mais elegante. educado e sensível…E Benny, minha paixão por  tudo
    que traz no peito e grita com amor a Paz que necessitamos
    nesta época tão conturbada, onde o homem quer vencer no já, no agora, na maldade…
    O Waldir, uma pérola em Sampa, que só tem carinho e passa sua leveza na blogosfera…
    E Steven, o artista que vibro com o buscar da palavra entre cores e suas matizes
    Amo você e amo todos voces.
    "O" meu muito obrigado. Maria Cintia.
     
    ***Linda música do brasileiro misturando Beatles (Yesterday) eDjavan (Oceano)
    União peffeita, resumo meu e de muita gente. Adorei ese fundo musical..
    A foto tão bem colocada.
    Vc prima em tudo que faz…bj
     
    Volto para agradecer  sempre.

  7. 7 MAZINHA
    25/06/2007 às 21:29

    LINDOOOOOOOOOOOOOOO
    É DEMAISSSSSS TANTO FURORR…….CRIATURA LINDA…..
    NOSSA CINTIA BRILHA….
    CINTILA…A CINTIA…..
    AMA…..LACRA BOCAS E BEIJOS…QUEIMA NESSE VERMELHO  DE PAIXÃO……
    VAI………ESTRELA CINTIA……VAI BRILHANDO, ENQUANTO A LUA ENFEITA  SUA ESTRELA CINTILANTE…..
     
    BEIJOS COM TODA MINHA TERNURA…..
     
    MARILIS
     
     
    PARABÉNS MARILIA SEU ESPAÇO TAMBÉM ESTÁ BRILHANDO!!!!!
     
    BEIJOSSSSSSSSSSSSSSSSSSS
     
     
     

  8. 8 arrifes
    26/06/2007 às 13:18

    Marília querida
     
    Sempre que visito teu blog me emociono, porque me deixo inebriar pelos teus aromas sentimentais que dele exalam.
    Com a inserção da poesia de Cintya resulta uma simbiose, uma beleza hibrida do que há de mais belo em sentimentos e emoções explicitadas.
    Desculpem, mas amo-vos demais….
    Obrigado por este momento tão sublime.
     
    Para ti o meu  beijo doce.

  9. 9 Edson
    26/06/2007 às 15:39

     
     
    Adorei os textos, as fotos, o bom gosto e a criatividade.
     
     
    Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as.
     
     
    Abraços, flores, estrelas…
     
     
    http://mude.weblogger.com.br
     
     
    .

  10. 10 Cintia Thome
    26/06/2007 às 19:38

     
     
    Marilia
     
    Abri aqui e ouço essa música que amo…
    Bom, aqui mesmo agradeço ao amigo Felipe pela generosidade de tuas palavras comigo,
    e lógico com a dona de um dos  spaces mais lindo da blogosfera., cheio de energia boa, positiva
    E uau! agradeço a visita do escritor e poeta Edson Marques, autor de lindas palavras….
    Um beijo aos três….Com champagne rs obrigado!!!

  11. 11 Jorge
    27/06/2007 às 9:56

    Ora boas… Passei só para conferir o que aqui se posta de mais intenso…Bjinho do Jorge

  12. 12 JouElam e
    27/06/2007 às 10:22

    Passando para conferir as novidades e para entregar-te um pouco do sol português . Quanto à poesia , tudo está dito nos comments anteriores , há poetas que dispensam qualquer tipo de adjectivos : é o caso aqui "postado" !
    Tudo de bom

  13. 13 Robalinho
    27/06/2007 às 19:44

    Muito bem. Já havia lido este poema da Cíntia lá no Recanto das Letras e gostei.
     
    E gostei de o ver aqui também.
     
    Um abraço
    Nenufar
     

  14. 14 gian.
    28/06/2007 às 15:22

    lido este poema da Cíntia …Lindo como tua persona…lindo como il nostro A…..!!!!
    me gusta  pensar a te!!! Beijos con saudade…

  15. 15 Stephen Craig
    29/06/2007 às 5:16

    Dear Marila.  and my words I can not say.  As ever be well.  With love, Stephen Craig  Rowe

  16. 16 W.N
    29/06/2007 às 15:00

    OLÁ MARÍLIA,QUE BOM VOLTAR MAIS UMA VEZ A ESSA LINDA PÁGINA,PARA DEIXAR REGISTRADO MEU CARINHO POR VOCÊ,SABE SE NÃO FOSSE PELA CINTYA JAMIS ENCONTRARIA ESSE LUGAR TÃO GOSTOSO,E PODER DEIXAR MINHA ASSINATURA COMO UM FÃ QUE JÁ SOU DESSA PÁGINA,BJSSSSS…

  17. 17 José Torquato
    29/06/2007 às 21:27

    Sabe que falei para o anjo azul do sul?
    Que Voce furou a armação de pano da minha tenda,
    Irrompeu com tanta certeza da força feminil que tinha, quase uma falta de respeito pelo descanso nerval
    Uma divina falta de respeito, abrindo sonhadoramenete um vale, montada em paus de araras,
    Queria que poetas dissessem como fariam, feridos em batalha, por uma espada/pétala, estetalados e apontando para cima.
    O Corpo reagindo ao não querer, ou melhor menos supreso que o poeta, o corpo já entendeu e respondeu, abras tou aquí
    A brisa certamente veio em socorro do mastro violentamente acordado, soprando-lhe entre restos de panos.
    A gozar.

  18. 18 Cintia Thome
    29/06/2007 às 22:13

    Não plantarei
    Raízes e sementes
    Pois a terra está com meu filho
    Não verterei
    Estrelas nas íris
    O céu está com meus amores
    Não contarei
    As horas acabadas
    As catedrais ficaram com meus terços
    Não regarei
    As flores
    Pois a chuva pinga as minhas dores
    Não sentirei
    O vento em minha face
    O vitral da janela está com minhas lágrimas
    Não ouvirei
    O mar bravio
    Pois as ondas levaram meus desejos
    Não amarei
    Os homens insanos
    O tempo está sem tempo
     
    Escreverei versos
    A vida ainda está comigo

  19. 19 Cintia Thome
    29/06/2007 às 22:18

    Oi Marilia
     
    Sumiu…Eu acabo de chegar dos 120 anos da Instituição de Pesquisa
    Desculpe, eu ia postar em outro space uns rabiscos que fiz e deu isso aí embaixo. Delete se quiser tá?
    Na verdade eu ia postar outra coisa pra vc…sei lá …tá doido
    bjs

  20. 20 JouElam e
    30/06/2007 às 12:41

    Marilia,
    Puxa que poema mais intenso, sugestivo, sensual e perfeito! Um primor a escolha dos textos, das imagens, das cores e das músicas, bem-haja!
    Votos de bom fim-de-semana.
     
    Respondemos 2 vezes à sua mensagem, fiacmos sem saber se recebeu a dita resposta. Reforçamos que pode pegar o que quiser e que lhe somos gratos por isso.

  21. 21 gian.
    30/06/2007 às 13:45

    Querida Mailia Esser un momento non belo..espero poder falar contigo..espero …espero..beijos
    Bom fin semana…

  22. 22 italo
    01/07/2007 às 12:58

    Hi Marília!!!!!!!!
     
    Cíntia é magnífica!
     
    Sua poética chega a mim e toca minha percepção como peso de vulcões em erupção, conversos fortes e indescritíveis, inconfundível. Maria Cíntia pra mim brilha no mesmo patamar que nossas grandes poetisas brasileiras, simplesmente adoro tudo o que ela escreve…………………………………   
     
    Marília é um anjo destes que estão sempre a nos guardar, uma beleza transcendental, que explode com o peso de uma ogiva nuclear do bem, que ao explodir espalha pelo mundo poesias e flores, numa belíssima “corrente do bem”.
     
    Uma enxurrada de beijos Marilha!
     
    Hasta Hotra!!!!!!!!!!!
     
    Ítalo Leonardo do Amaral Moreira

  23. 23 Adriana
    01/07/2007 às 13:33

    Ia esquecendo li o outro texto e babei, lindo, demais. E esse aki me recuso a falar…meus sais e não chame o bombeiro ainda…jajaja
    Ti voglio bene carissima.. tanti tanti…ciaoooo

  24. 24 Cintia Thome
    02/07/2007 às 8:04

     
     
    Marília Graciosa
     
    Bom dia!
    Deve estar dormindo e  os anjos acompanhando teus sonhos rs
    Venho aqui mais uma vez, dentre tantas, agradecer a voce
    a tua generosidade para comigo e dizer, que voce me faz um bem tamanho
    e sempre me deixa a sorrir. Se eu tivesse todos os confetes jogaria em você.
    Mas receba punhados de arroz, para te dar a felicidade , Amor
    e prosperidade sempre.
     
    Ao Italo  Leonardo, todo o sucesso como Poeta e felicidade com o grande Amor,
    Que seja grande todos os Amores de sua vida para versejar belas palavras…
    Você que brilha!Meu muito Obrigado.
    *Obrigado aos que postaram neste canto cedido por Marília.
     
    Marília, obrigado por tudo. Muita gente
    é cega, mas pensa que vê…Sei que não é teu o teu caso.
    Mas o Amor Vence!
    O Amor Venceu!
    Muito obrigado mesmo. Um forte abraço
    e te dou uma rosa champagne das minhas. rs
    "olhosdefolhaminha", M.Cintia..

  25. 25 sandra
    03/07/2007 às 9:53

    Olá amiga,  Vim  desejar um lindo dia de uma semana  inteiramente azul,muita  paz, alegria e saude,
    ♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥ ♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:♥.:. \’\’Algumas amizades são para sempre. Não há nada que se compare ao aconchego de umaamizade do tipo caloroso e duradouro. Uma amizade baseada em pensamentos carinhosos, em generosidade e franqueza, momentos partilhados, palavras de apoio e louvor.Uma amizade que cresce através dos risos e lágrimas, momentos bons ou maus, sempre mais forte e profunda…\’\’
    ♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥ ♥.:.♥.:.♥.:.♥.:.♥.:♥.:.
    vem me visitar ficarei muito feliz em ler seu recadinho,
     _________*___*___*__*_______******__________*___*__*________**::::::::**     Beijosssssssssss______________*__*_______**::::::::::**_______________*__*_____**:::::::::::**    desta amiga________________*__*___*:::::::::::::**_________________*_*__*::::::::::::::**    que nem sempre a melhor_____**********____##*::::::::::::**___**:::::::::::::::::::* ^^*::::****::::**__**:::::::::::::::::::::*^^^**:::::::::::::**   mas!___**:::::::::::::::::****^^^*:::::::::::::**_____**:::::::::::**:::::::*^^*:::::::::::**  a de sempre__________****:::::::::::::*^*********____________**:::::::::::**___________**::::::::**    Sandra____________******"

  26. 26 Rose
    09/07/2007 às 11:38

    Adoro os poemas da Cintia!!! São intensos, sempre carregados de um sentimento mais de que latente e profundo…como se as palavras brotassem de dentro dela pq já não conseguem mais viver escondidas do mundo.
    Pois é Marília!!! Ma eu ainda vou tratar de pegar umas boas férias, em boa companhia pq não dá pra viver apenas de trabalho…melhor é saber trabalhar E viver…(rsss)
    Beijocas,


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: