11
jul
09

MAIS UNS GRAMAS

Fotografia: OF RED AND BLACK by Tiago

 
 
 
 
 
MAIS UNS GRAMAS
 
 
 
Assustada, passada estava
mas faz muito frio, chove
excessos, amante e solitária…
levei umas tamancadas
por que fiz uma dessas
acaba-se a paciência
morre-se de ansiedade
um outro poema,pelo jeito…
impaciente, aflita
minh’alma desfalece
um pedido de socorro a ansiedade
precipita a queda, me empurra
o abismo é logo ali e recuso saltar
prefiro amar, há um tesão não aliviado
amar-te, na secura demais…
deixar que a vida seguisse a vida
e, quem, sabe, retornasse vívida
e desapertasse minha cinta liga
preciso fazer amor urgentemente…
para não dizer que já quisesse
baixavam-se-me outras vestes
quando vimos… feito estava!
acabamos mesmo assim nos amando!
do virtual ao real demais e mais e mais
sem espaços para ciúmes, assim…
pra dizer o mínimo…
não se esquece assim, impossível
deixar de querer sofrer…
depois de uns tempos, voltamos…
continuamos… ele à morte
eu sem sorte a ele me doava me mostrava…
por amor e compreensível compaixão
antevisse o terrível, o dramático, o doloroso
mais sequer comia mais nada se fazia
nada mais dizia, piorando…
definhando…passo horas em aflita busca
algo de ti em minhas lembranças
a lembrança viva, dos momentos lindos
convividos de saudades muitas,
diferente da saudade sentida
de quando estivemos juntos…
depois da partida recordava,
escrevia enlevada, atormentada, pirada
completa, insana, ainda uma linda’lma,
mulher, insanidade é
apenas uma partezinha desamada.
não chorarei! Nem triste mais ficarei!
há mais que a vida para recordar,
vivê-la, intensamente, mulher
não deixar diminur o gosto por viver,
por amar… uma dor agora…
reviver, tem sentido
dói reviver intensamente
é tanta tortura ser discreta…
o todo mundo… à rua
o todo mundo nos meus passos
repara em tudo… medíocres!
a nada leva sair para nada…
uma vida é tão importante
encontrar um meu amante…
o respirar tão necessário
que mesmo nada alterando
sinto que o ar me invade
e me eleva, mas sou infeliz
fico assim quando estou sem ti
em brasa meu corpo arde
lembro de ti, às tardes
e quando não estás nas noites frias
lembro de ti como lembrava à tarde
e, mesmo cedo, te quero
chego a duvidar me queiras
não me iludo, porque és tudo
deixas-me mais confusa…
mas é lindo o que comigo fazes
dizes sempre o que sentes
embora tão só palavras
sentimentos pouco se satisfazem
com apenas versos: são chamas, fogaréu
queimando da terra aos céus
quem é esse senhor, senhora?
não vou à cama contigo
não me deixe só, não me abandone
sofro tua ausência, perco o sono
atormentado, desacordado, atordoado,
quero tirar-te as roupas
faça-o já! – ordeno
vou adorar-te, aplaudir e amar
pode ser por estar feliz, também
pode ser por muito mais te amar

 

 


Juli Bauer com Lila Carboni
 
 
 
 
 
 
 

   


11 Responses to “MAIS UNS GRAMAS”


  1. 1 Amy
    11/07/2009 às 11:01

    Meus queridos Os comentários que me deixam comovem-me, tocam-me fundo pela expressividade das palavras aliadas à recuperação do meu primo, e, sobretudo, pelas fortes mensagens de esperança e de alento que encontrei nas entrelinhas.De emoção em emoção, como já sabem… Umas vezes, melancolia e tristeza, outras amor e paixão, mas sempre a autenticidade genuína de sentir cada instante, a necessidade de o escrever como forma de me depurar.Obrigada a todos pelas palavras de alento e estímulo.As rosas como a esperança florescem, e conforme se vão desenvolvendo, o nosso sorriso se abre e a nossa alma se enche de luz.Sorrio para mim,pensando sempre que amanhã é um outro dia,sorrio pela minha inteligencia,sorria por aquilo que escrevo,sorrio porque tenho uma vida na minha frente,sorrio porque um destes dias num lugar qualquer,numa esquina da vida vou encontrar a razão do meu sorriso.Gostou hoje do meu sorriso? É o sorriso da melancolia… mas não deixa de ser um sorriso e isso é que importa para levar por diante os dias menos bons desta vida, certo? Vocês merecem por isso aqui estou para os desejar bom fim de semana, aproveito para deixar as noticias de ultima hora sobre meu primo Zé, piorou…Beijos sem fim,Agradeço sempre á esperança que me acalenta…AnnA

  2. 2 Adroaldo Bauer
    11/07/2009 às 13:55

    Lindo, lindona! Que gravata mais mais mais

  3. 3 Adriana
    12/07/2009 às 20:03

    aissssssssssss q lindo amiga, nussa como dizem meus parentes é de comer rezando ou de joelhos xDDDMaravilhoso, um ode a vida vivida, sonhada e desejada…Quer mais? Não precisa creio eu!Tá tudo perfeitinho como tah e só tem trazido alegrias ;)Un dolce abbracio cara mia, TVB ever!**********************************************************************************Quando digo que te amo Não estou dizendo nadanão encontro as palavras tamanho desse amor .Quando digo que te amo é o que estou sentindoe o que existe de mais lindoainda é pouco para este amor .E se alguém me perguntar se é possível medir o amor eu vou falar que é o mesmo que contar com um conta-gotasquantas gotas tem o azul do mar .Mas se você quer saber o tamanho desse amorque é tão bonitoeu não sei o que dizer pois não sei qual o tamanho do infinito.Quando digo que te amo eu ainda estou mentindose o que digo de mais lindo ainda é pouco para este amor.**************************************************************************PS: Magnífica escolha da trilha sonora!T\’amooo

  4. 4 MAZINHA
    13/07/2009 às 0:50

    Vivendo outrora metade desses versos,lembro-me das expressões e manifesto…doteu amor enlouquecido mas confesso,uma dose de gostosura os unia..Você eplo seu lado romântico e belo, sensual e querido…Ele mesmo de outro lado, ainda mexe com você,,aquela que dobrava seu joelhopor ele no chãohoje fulguras aqui na terra e el do outro ladosem se comunicar poder…Parte-lhe a sombra do passado, mas que ainda de lá ele sente, ter poder…Sobre ti apenas lembranças,de um amor inacabado e tristefulgurante e belo…contradições da vidaou de uma certa morteinevitável ,incompreendida , mas certamente ainda de longe ou de perto sei lá…..a a paixão não dá lugar à sensatez ,nem à realidade que se apresenta, nua e crua na sua frente….Estas minhas palavras foram ditadaspor ele , pode crer…Não ousaria eu ,escrever a ti, tão duramente ,e docilmente…assim como a suavidade dessa música de não sei onde , porémque a doçura dele tem…Beijos minha amadaEu

  5. 5 ╬✞Nadir spaces
    13/07/2009 às 15:30

    http://i26.tinypic.com/2el5c43.jpgNon nascondereil segreto del tuo cuore,amico mio!Dillo a me, solo a me,in confidenza.Tu che sorridi così gentilmente,dimmelo piano,il mio cuore lo ascolterà,non le mie orecchie.La notte è profonda,la casa silenziosa,i nidi degli uccellitacciono nel sonno.Rivelami tra le lacrime esitanti,tra sorrisi tremanti,tra dolore e dolce vergogna,il segreto del tuo cuore.Rabrindranath Tagorebuona settimana aricyaonadir

  6. 6 Vitório
    14/07/2009 às 17:38

    Sabes Marília eu como toda a gente que pulula na net nos tornamos volúveis, saltitando ao sabor das marés, e por vezes se perdem muitos e bons amigos por causa disso! tens razão eu realmente ando perdido nesta net imensa, e fico triste porque realmente amiga! esta não é a net que eu gosto, aqui existem dicas e tricas grupos organizados, sujeiras, pessoas se fazendo passar por quem não são etc! continuo fazendo o meu caminho, me desculpa pela ausência não foi de propósito beijo grande vitorio

  7. 7 Amy
    16/07/2009 às 15:20

    Palavras são mortas quando figuramNos sentimentos silenciososDas verdades fugazes de simples olhares Noturnas e sombrias marcadas pelo tempoRefletidas ernamente na ilusória razãoDevagar, solitárias, respirando um som deliranteEco quieto de um sonho torpe Nada mais que simples olharesDe palavras mortas, brilhos opacosSentimentos sinceros, mudosNo mundo visto apenasPor outros simples olhares.Olá Marilia querida, te Amo minha Amiga!Saudades, abraços, beijos, carinho, amizade, tudo isso e muitos mais, eternamente tua sempre Amiga…AnnA

  8. 8 ╬✞Nadir spaces
    16/07/2009 às 15:50

    http://i27.tinypic.com/11rrfhs.jpgDonare un sorrisoRende felice il cuore.Arricchisce chi lo riceveSenza impoverire chi lo dona.Non dura che un istante,Ma il suo ricordo rimane a lungo.Nessuno è così riccoDa poterne fare a menoNé così povero da non poterlo donare.Il sorriso crea gioia in famiglia,Da sostegno nel lavoroEd segno tangibile di amicizia.Un sorriso dona sollievo a chi è stanco,Rinnova il coraggio nelle prove,E nella tristezza è medicina.E poi se incontri chi non te lo offre,Sii generoso e porgigli il tuo:Nessuno ha tanto bisogno di un sorrisoCome colui che non sa darlo. grazie x gli auguribuon weekend aricyaonadir

  9. 9 Céu
    16/07/2009 às 17:23

    SAUDADES DE TI QUERIDA MARILIA NO MEU CANTINHOVOLTA AMIGALÁ TE ESPEROBEIJOQUINHAS DA CÉU

  10. 10 Manuel Fernando
    17/07/2009 às 12:57

    Mariposa y la amistad…Mariposa que vuela por los senderos,lluvia que cae de la copa de los árboles,suerte de mariposa tener a la flor, que se cubre con sus alitas mientras llueve.Suerte que la copa de los árboles, que aunque llueve y el cielo truena siempre la mariposa tendrá su flor.Flor que cuida, aunque de llantos esté en el cieloy un hombro en el que cogernos, cuando el cielotiemble, suerte de la mariposa al tener la flor,que la cuida cuando rebosa de alegría y cuandode su tristeza cubre la lluvia.Y aunque el cielo truene la mariposa siempre tendrá su flor que la arropa cuando llueve, que laesconde del radiante sol, aunque pasen los añosla mariposa siempre tendrá su flor.Teniendo así quien le rebose de amor. Hola mi buena amiga pasé por aquí parasaludarte y también agradecerte tus bonitaspalabras que siempre me dejas cuando me visitas.Te deseo un feliz fin de semana lleno de sensacionespositivas.Un beso desde la distancia de tu amigo.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: