12
mar
12

 

ALUCINAÇÃO

 

No silêncio da minha voz, teu nome é o meu refrão

Sonante sonância sem fim

Encharca-me com teus prazeres, senhora dona das águas

Afoga-me no teu ventre, faz-me perene em ti

Quero estar no leito dos teus versos urbanos

Nas cores concretas das tuas fotografias

Me cobrir…

Matizes perfeitas dos films noirs

Pintam nuances em preto o alabastro do teu corpo

Explícito desejo de estar em você

No silêncio da minha voz, meus olhos te comem

Dizendo te amo

 

Yon Rique


2 Responses to “”


  1. 1 marilis marcia chalupe
    12/03/2012 às 4:49

    Muias saudadessssssssss…………….Assim você revive tudo novamente….e é bom… sabia?
    obrigada por recordar comigo ,momentos que se foram , em nossas vidas e que mostram como nossa amizade é duradoura e sincera….obrigada … Má… minha maninha!!!!

    beijos!

    Marilis

  2. 29/03/2012 às 11:01

    Hello Marilia! Happy Birthday!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: